sábado, 26 de novembro de 2011

E caí no fundo novamente.



E caí no fundo mais uma vez.

Só que desta vez não foi tão doloroso,
tão angustiante.
Desta vez nem pensei muito no assunto,
não foi marcante.

Deveria de estar triste,
mas não sinto um grande vazio.

Deveria de estar aborrecida, chateada com o destino,
mas continuo a pensar que a vida é celestial.

Deveria de estar a rezar para ele voltar,
mas não sei se isso é o melhor para mim.

Deveria de estar a chorar,
mas não me interessa que seja o fim.

Apesar de não ser a mesma,
da minha vida voltar ao que era,
não sei se estarei melhor assim.
Lia.


sábado, 12 de novembro de 2011

Para os rapazes que querem conquistar uma rapariga ...

Resumindo , se quiseres conquistar uma rapariga, segue estes passos:

Quando ela está sozinha na escola, vai ter com ela.

Quando ela encara a tua boca, beija-a.

Quando ela te empurra e te bate como uma maluca só porque pensa que é mais forte do que tu, agarra-a e não a largues.

Quando ela começa a resmungar contigo e agir mal, beija-a e diz-lhe que a amas.

Quando ela estiver silenciosa, pergunta-lhe o que se passa.

Quando ela te ignora, dá-lhe a tua atenção.

Quando ela se afasta, puxa-a de volta.

Quando ela olha para si mesma e apenas vê o seu pior, diz-lhe que ela é linda.

Quando a vires a chorar, apenas abraça-a e não digas nada.

Quando a vires a andar, aparece atrás dela e abraça-a pela cintura.

Quando ela estiver assustada, protege-a.

Quando ela te roubar o teu blusão favorito, deixa que ela fique com ele durante a noite.

Quando ela brincar contigo, brinca também com ela e fá-la rir .

Quando ela não te responder por um longo período de tempo, assegura-te que tudo está bem.

Quando ela olhar para ti em dúvida, enche-te de certezas.

Quando ela te disser amo-te, ela faz muito mais do que podes compreender.

Quando ela segurar as tuas mãos, segura as delas e brinca com os seus dedos.

Quando ela for contra ti, vai contra ela e fá-la rir.

Quando ela te contar um segredo, guarda-o e não o contes.

Quando ela olhar para os teus olhos, não desvies os olhos até que ela o faça.

Quando ela disser que está acabado, ela ainda quer que tu sejas dela.

Quando ela postar esta nota, ela quer que tu a leias.

Fica ao telefone com ela mesmo que ela esteja calada.

Quando ela estiver zangada, abraça-a com força e não a largues.

Quando ela disser que está bem, não acredites, conversa com ela porque ficarás sempre na sua memória.

Telefona-lhe à meia noite no dia do seu aniversário e diz que a amas.

Trata-a como se ela fosses tu, o que te é muito importante.

Fica acordado a noite inteira quando ela estiver doente.

Vê com ela o seu filme preferido mesmo que não gostes.

Deixa-a usar as tuas roupas.

Quando ela estiver aborrecida, vai sair com ela.

Deixa-a saber que é importante.

Não fales acerca de outras mulheres perto dela.

Beija-a na chuva.

Quando ela for ter contigo a chorar, a primeira coisa que deves dizer é: “a quem devo bater, amor ?"

Dá-lhe o mundo.

E o mais importante, mostra-lhe que a amas.

Isto é mesmo muito raro ;D

Verdadeiro amor ...


Dedico esta mensagem a um amigo muito especial. Uma pessoa muito importante para mim, uma pessoa que nunca esquecerei: (tu sabes quem é xp)

Um dia alguém me disse:

" Lia, ouve! Não é isso! Deixa-me explicar...
Quando te vi pela primeira vez, lá no curso de teatro, pensei que fosses uma rapariga normal, igual a todas as outras que conhecera anteriormente.
Mas, quando te conheci melhor, quando começá-mos a falar, a minha opinião mudou radicalmente. Foi aí que te descobri, que olhei para ti de outra forma, e que reparei que és uma miuda fantástica, muito bonita, corajosa, impecável, única ... e para além disso, depois de te ouvir cantar e tocar piano na minha casa, apaixonei-me completamente por ti. Sonhava contigo todas as noites, massacrava-te todos os dias com o "vá la Lia" ou o "Por favor, dá-me uma chance", não parava de pensar em ti, só imaginava o dia em que os teus lábios iriam cruzar com os meus, para uma nova vida começar. Tu eras tudo o que eu tinha. Eras tu que me davas a felicidade, á muito procurada, á muito perdida, á muito desejada ...
Mas depois, quando soube que tinhas namorado, (e não me interessa que tenhas começado a namorar á uma semana) eu senti-me completamente injustiçado, pois tive dois meses atrás de ti, para nada, ou muito pior ... Ainda por cima conheceste-o á pouco tempo, e já namoram ...
Agora diz-me, por favor, porque é que não gostas de mim?" ...

( ... )

Como deves calcular, isto comoveu-me imenso, e como não te respondi correctamente, vou fazê-lo agora.

Eu sei que sempre gostaste de mim, eu sei disso, e sei o quanto gostaste apesar de pensares que não. A verdade é que te vejo apenas como um amigo, um verdadeiro amigo, Gui, o meu melhor amigo neste momento. E também sei que estás a sofrer muito, pois eu passei exactamente pelo mesmo á umas semanas atrás, lembras-te? ...
Mas
desculpa por tudo.
Desculpa se alguma vez fui bruta contigo. Desculpa se alguma vez te disse alguma coisa que nunca deveria de ter dito. Desculpa se alguma vez falei sem pensar, sem ver que te estava a magoar. E, principalmente, desculpa por não gostar de ti da maneira que queres que goste ...
Mas eu tenho a certeza que vais ultrapassar isso, e vais encontrar alguém que te ame mesmo, alguém que faça o mesmo que me fizeste a mim. Alguém tão especial como tu, Gui.
Porque tu não mereces sofrer assim.
Eu não mereço que sofras por mim.
Nunca te esqueças que és um miúdo fantástico, muito original, engenhoso, e principalmente, uma grande pessoa, que até nos momentos mais difíceis da vida, nunca perde o sorriso. E isso é o mais importante.
Agora por favor, volta a falar comigo como falavas antes. Continuamos a ser os melhores amigos, e eu não quero perder a tua amizade, pois és muito importante para mim ...
Em relação à injustiça, essa tocou-me mesmo no coração. Eu percebo o que estás a sentir ...
Não sei mais o que dizer.
Obrigada por tudo,
Gosto muito de ti ...
Adoro-te como amigo.

A tua confidente,
Lia.


sábado, 5 de novembro de 2011

Salva-me meu anjo...


Salva-me meu anjo,
Salva-me desta solidão
Que me percorre o coração.
Pega na minha mão,
Dá-me coragem
Para enfrentar o meu destino
Sem dizer que não.

Salva-me meu anjo
Desta inocente canção
Que corrói a minha paixão,
O amor que tanto espero
À muito procurado,
À muito terminado.

Salva-me meu anjo
Daqueles seus olhos verdes
Olhando para mim
Suavemente, eternamente,
Beijando-me com o seu olhar,
Com um toque de esperança
Para um novo mundo despertar
Pois eu apenas quero amar.

Amar... será pedir
Muito, meu anjo?
Será a sombra do passado
Que não me deixa continuar?

Mas o mistério do futuro
Ainda tem muito para revelar.

Para mim, meu anjo,
Dá-me a força necessária
Para um dia viver,
Orar, ceder
À felicidade do horizonte
Que me espera rever.

Salva-me meu anjo,
Antes do amanhecer...

The Dawn...


Por momentos pensei que não sobreviveria.
Por momentos quis apagar tudo, toda a vida que ainda existia em mim,
Tudo o que sempre quis, os sonhos que ainda tinha
Desapareceram com este inferno que parecia não ter fim.
Mas
Quando tudo estava negro e obscuro,
Quando acordei com os lábios frios e a face pálida,
Quando foi quase tarde de mais para voltar a trás,
Apareceste, e, com o teu toque leve e sonhador
Salvaste-me das chamas que me consumiam dia após dia,
Deste-me de novo a alegria.
Uma nova esperança.
Um amor de criança,
Correndo pelas ruelas do destino
Enfrentando as sombras do passado
Das quais me larguei após te ter conhecido.
Um novo amanhecer ...


Lia.